Nunca é Tarde - Carlos Carneiro

Nunca é Tarde - Carlos Carneiro

14.00

Num pachorrento almoço de domingo, um engenheiro reformado à beira de completar 70 anos surpreende o filho, viajante profissional, ao sugerir-lhe que façam juntos uma viagem. Depois de duas garrafas de vinho, estes dois homens, com concepções radicalmente distintas da vida e que o tempo se encarregou de afastar, decidem empreender a maior das aventuras: uma volta ao continente africano. Para tornar o desafio ainda mais complicado, escolhem como meio de transporte uma velha Renault 4L… Carlos Carneiro filho e Carlos Carneiro pai mal podem imaginar o que o futuro lhes reserva. Mas, depois de anos de separação, esta aventura de 40 mil quilómetros, com as suas adversidades e peripécias, irá torná-los mais próximos do que nunca. Tendo como pano de fundo o deserto e a savana, NUNCA É TARDE relata-nos uma jornada que atravessa 27 países e, acima de tudo, conta-nos como uma relação fundamental na vida de duas pessoas, a de pai e filho, pode renascer de uma grande aventura.

Quantity:
Comprar

Também recomendamos:

Nevoazul x Nomad
17.00

Uma revista que celebra a viagem, numa edição especial da Nevoazul em colaboração com a agência de viagens aventura Nomad.

Viajámos até às montanhas Tien Shan e ao deserto de Wadi Rum com o propósito de descobrir o que significa ser nómada no século XXI. Deixámo-nos levar pelas contradições que se vivem nas ruas de Varanasi e aprendemos que a bordo do Transiberiano a viagem nos ensina tanto como o país de destino.

Dos costumes, às alterações climáticas, as mudanças são uma constante. Enquanto nas ilhas do lago Titicaca a modernidade e o turismo vivem num equilíbrio delicado, a norte do Círculo Polar Ártico, o degelo da Gronelândia ameaça apagar o postal de visita que todos conhecemos.

No Médio Oriente, o jornalista Paulo Moura retrata a vida em Mossul, no Iraque, um lugar onde as trivialidades da normalidade têm o caos como pano de fundo. Cenários difíceis de compreender, mas impossíveis de ignorar. Porque viajar também é isso, deixarmo-nos levar pelo que não faz sentido, pela estranheza cultural e aprendermos a aceitar as diferenças sem cobrarmos julgamentos.

Saiba mais sobre a colaboração Nomad x Nevoazul em Nomad.pt

Colaboram nesta revista: António Luís Campos, Carla Mota, Jorge Vassallo, Paulo Moura, Pepe Brix, Tiago Costa, Eduardo Madeira, Marta Macedo, Pedro Gonçalves, Bons Selvagens, Filipa Chatillon, Mateus Brandão, Lara Jacinto, António Pedrosa, Miguel Proença, Inês Catarina Pinto e Pedro Oliveira.

Quantity:
Comprar
Para Poder Voltar | Diário Transiberiano
15.00

De Moscovo a Pequim são 7622 quilómetros. Primeiro, uma paisagem constante de pinheiros, bétulas, abetos, faias e outras espécies que compõem a floresta boreal russa; e aldeias de madeira entre as grandes cidades siberianas; depois, as margens do profundo lago Baykal. Mais tarde, a estepe mongol com os seus cavalos, rebanhos e a solidão dos gers. Segue-se a imensidão do deserto de Gobi e, por fim, os túneis e as montanhas que separam Pequim das planícies do Norte. 

Para Poder Voltar narra a história de uma viagem de comboio num Homem. 

"Viajar a bordo do Transiberiano é uma experiência única. O comboio adopta o estatuto de casa; um espaço multifamiliar de convívio, partilha e amizade, onde o tempo passa ao ritmo do trepidar dos carris. As horas passam. Aceleram. Há famílias inteiras carregadas de bagagem como quem muda de casa, como quem muda de vida. É a vida a bordo num dos mais longos comboios do mundo."

Um livro financiado pela Bolsa de Exploração Nomad, editado pelo Manifesto
Um livro do Mateus Brandão, editado pelo Manifesto com o apoio da Bolsa de Exploração Nomad

 

Quantity:
Comprar