Coming Home de David Guttenfelder

 

David Guttenfelder, fotógrafo da National Geographic, tornou-se o primeiro fotojornalista ocidental a ter acesso regular à Coreia do Norte. Em 2011, esteve na origem da abertura de uma filial da Associated Press em Pyongyang - a primeira agência ocidental a estabelecer-se no país. Nos anos que se seguiram, Guttenfelder produziu reportagens sobre a realidade norte-coreana, publicadas nos media internacionais. Ao mesmo tempo, captava, usando o seu smartphone, o quotidiano do país e as rotinas dos locais. Um retrato mais cândido da Coreia do Norte começava a ganhar forma na sua galeria virtual e o Instagram revelou-se a plataforma privilegiada para partilhar, em discurso direto e sem intermediários, a sua visão sobre um país isolado e obscuro.

Entre 23 Janeiro e 31 Março trazemos à nossa Galeria Manifesto, no Mercado de Matosinhos, uma exposição com imagens inéditas do quotidiano na Coreia do Norte, assim como o registo visual da sua jornada de regresso a casa, depois de duas décadas longe dos Estados Unidos. 

 
 

Guttenfelder reconheceu o potencial destes novos meios de comunicação digital na redefinição da maneira como a fotografia era criada, partilhada e experienciada. Além disso, frustava-o ver os fotojornalistas postos de lado no que ele imaginava ser uma revolução visual: uma revolução que levasse à democratização da fotografia. Abraçou o desafio. Pela primeira vez na sua carreira viu-se a interagir diretamente com uma comunidade que se mostra comprometida com a sua maneira de ver o mundo.

Para o fotógrafo, o Instagram tornou-se uma forma de partilhar imagens que de outro modo nunca seriam vistas; imagens, aparentemente fora do domínio noticioso, trazidas das suas viagens e experiências com diferentes civilizações e culturas.

Aderiu à natureza vernacular da plataforma, partilhando fotografias da vida quotidiana e de objectos com que se cruzava na Coreia do Norte. No conjunto, as imagens surgem como as peças de um puzzle – agrupadas no seu “feed” - e providenciam um registo visual da sociedade da Coreia do Norte.

Depois de vinte anos fora de casa, David Guttenfelder está de volta aos Estados Unidos. Como um estranho na sua terra, emprega a abordagem fotográfica que usou na Coreia do Norte mas, desta vez, para descobrir o seu próprio país. No seu Instagram, cujo o número de seguidores continua a aumentar, explora agora a essência do “American way of life”, com retratos que vão desde o familiar ao extraordinário.

Guttenfelder tornou-se uma figura de destaque na indústria dos media sociais e da fotografia em smartphone e foi reconhecido com o prémio inaugural de “Instagram Photographer of the Year”, atribuído pela revista Time pela primeira vez em 2013.

“Coming Home” coloca lado a lado imagens dos dois extremos, Coreia do Norte e Estados Unidos, unidas pela visão do David. 

Esta exposição é produzida pelo Visa Pour L'Image e exibida na Galeria Manifesto numa parceria com o Prémio de Fotojornalismo Estação Imagem.

 
 

A Galeria Manifesto é possível graças ao mecenato da agência de viagens aventura Nomad