7 dias, uma revista: Berlin Quarterly

 

Os longos dias de Agosto fizeram-nos escolher a Berlin Quarterly como revista da semana. Uma publicação que nunca nos cansamos de ler devido à relevância dos temas tratados e à beleza literária e visual presente em cada página.

A sexta edição da revista começa com uma reportagem da jornalista Hannah Gold sobre as fronteiras do sudoeste americano e os emigrantes ilegais que as ousam ultrapassar. Esta temática das migrações acompanhou-nos ao longo de toda a revista num serpentear de histórias, poemas e fotografias. Uma lufada de ar fresco sobre um tema que carece frequentemente de diversidade na forma como é retratado.

Uma das histórias de ficção que mais gostámos de ler foi a crónica Metronome, do escritor mexicano Juan Villoro, sobre a influência da queda do muro de Berlim na vida de um conceituado maestro.

"During my first visit back since the fall of the Wall, I discovered that wherever you went in Berlin, it was easy to pick out the East Germans by the inferior quality of their shoes. I thought of Klaus, but didn't try to find him."

Entre páginas e páginas de palavras que apelam à nossa imaginação, encontrámos dois ensaios fotográficos. Um deles pertence à fotografa Janine Graubaum que, durante anos, viajou de comboio pela Europa de Leste com o propósito de retratar pessoas e paisagens, vestígios de uma época em que o tempo passava mais lentamente. Noutro ensaio fotográfico, Francesco Jodice retratou a presença humana nas cidades e a forma como a percepção do espaço mudou nas últimas décadas.

Como na Berlin Quarterly não pode faltar a poesia, neste número ficámos a conhecer os poetas Adi Keissar (Israel), Robin Myers (EUA) e Galina Rymbu (Rússia). Esta última presenteou-nos com o poema How Could I Possibly Take Part, publicado em russo e em inglês.

"In that place where black black tires rolled out for the cars of the future
For the people of the present, and as he thought - for our grandchildren, for your children
But I don't know what's happened to that rich, black factory now
Maybe it's gone, too
But the people, where are the people?"

Numa época tão marcada pela temática das migrações, deu-nos gosto ler uma revista que aborda sem desprezar a estética literária e visual.

A Berlin Quarterly está disponível no nosso quiosque e loja online.